7 maneiras que a meditação pode ajudar a reduzir e gerenciar o estresse

7 maneiras que a meditação pode ajudar a reduzir e gerenciar o estresse

novembro 30, 2019

O estresse crônico pode ter um preço enorme em sua felicidade e saúde, levando a um aumento de risco em muitas doenças. A meditação é uma maneira poderosa de liberar o estresse e manter-se centrado diante das inevitáveis ​​perturbações da vida. Descubra sete maneiras pelas quais a meditação pode ajudá-lo a liberar o estresse e experimente também os benefícios de cura do descanso profundo.

Milhares de anos atrás, Buda disse: “A vida contém sofrimento.” A fonte do sofrimento pode ser profunda, como perder um ente querido ou descobrir que você tem uma doença grave. Na maioria das vezes, porém, nosso sofrimento provém dos aborrecimentos diários da vida, quando por exemplo você fica preso em um engarrafamento ou na fila do supermercado, tem um reparo inesperado no carro ou o cachorro fica latindo, atrapalhando sua concentração ou sono.

Esses problemas são relativamente pequenos, mas podem facilmente desencadear a antiga resposta de luta ou fuga do seu corpo, também conhecida como resposta ao estresse. Hormônios como cortisol e adrenalina surgem, fazendo com que o coração bombeie mais rapidamente. Seu açúcar no sangue aumenta, o sistema imunológico é suprimido, sua respiração acelera e o suprimento de sangue para seus órgãos digestivos é reduzido.

Seu corpo e o estresse

Seu sistema de resposta a emergências evoluiu para permitir que seus ancestrais sobrevivessem a ameaças físicas imediatas, como um ataque de um animal selvagem. Ele preparou seu corpo para combater a ameaça ou fugir o mais rápido possível.

Hoje, porém, a maior parte do estresse que você pode enfrentar é psicológica, proveniente das exigências da vida moderna. Desafios diários, como um longo dia de trabalho, cuidar de um idoso doente, ou trabalhar com pessoas difíceis podem desencadear sua resposta ao estresse e, como essas condições são contínuas, você pode estar vivendo em estado de estresse crônico, o que pode causar um enorme impacto na sua saúde e felicidade.

Por exemplo, o hormônio do estresse, o cortisol, tem sido associado a um aumento de gordura ao redor dos órgãos, conhecido como gordura visceral. O acúmulo de gordura visceral pode ser perigoso porque essas células adiposas secretam hormônios que podem atrapalhar o funcionamento do fígado, pâncreas e cérebro, causando problemas como resistência à insulina, inflamação e síndrome metabólica. A exposição crônica a outros hormônios do estresse também pode enfraquecer o sistema imunológico e até alterar a estrutura dos cromossomos, promovendo o aparecimento precoce de doenças relacionadas à idade.

Como os pesquisadores estão descobrindo, o estresse prolongado leva ao aumento da inflamação e a um risco muito maior de desenvolver muitos problemas de saúde, incluindo:

Pressão alta e doenças cardíacas

Doenças autoimunes

Alguns tipos de câncer

Enxaqueca

Depressão e ansiedade

Diabetes

Obesidade

Perda de memória

Estou aumentando seu nível de estresse com estas informações? Anime-se! Existem muitas maneiras poderosas de gerenciar o estresse e experimentar um bem-estar maior, incluindo exercícios, sono suficiente, apoio social e, é claro, a prática da meditação.

Como gerenciar seu estresse

O primeiro passo é reconhecer que ao contrário dos equívocos comuns, o estresse não é uma força fora do seu controle. Não existe fora de você, no ambiente ou em situações externas. Em vez disso, o estresse é uma resposta interna a uma ameaça percebida ou necessidade não atendida. Não são suas contas atrasadas, o computador quebrado ou a briga com seu cônjuge que causam estresse, mas seus pensamentos. É a história que você conta a si mesmo sobre um evento ou circunstância que criam transtornos emocionais, batimentos cardíacos acelerados, respiração superficial, adrenalina em alta e outras sintomas da resposta ao estresse.

Vamos usar uma analogia: se você é um surfista habilidoso que adora a água, verá todas as ondas como uma aventura emocionante ou, pelo menos, uma oportunidade de aprender algo novo. Por outro lado, se você tem medo de estar no oceano e nunca aprendeu a surfar, verá todas as ondas como um terrível desastre potencial. A partir deste exemplo é fácil perceber que o estresse não está no evento externo, mas a sua percepção sobre ele.

Vejamos algumas maneiras específicas pelas quais a meditação pode ajudá-lo a gerenciar o estresse e cultivar maior saúde e bem-estar:

1. A meditação reverte os efeitos da resposta ao estresse

Na meditação você acalma sua mente agitada. Você vai além dos pensamentos ruidosos da mente e entra em um estado de alerta e descanso. Mais especificamente, um estado de profundo descanso, mas sua mente está totalmente alerta e acordada. Nesse estado de alerta, o corpo experimenta muitos efeitos curativos em resposta à luta ou fuga, incluindo:

Frequência cardíaca diminui

Normalização da pressão arterial

Respiração mais profunda

Produção reduzida de hormônios do estresse, incluindo cortisol e adrenalina

Imunidade reforçada

Uso mais eficiente do oxigênio pelo organismo

Diminuição da inflamação no corpo

Quando você medita regularmente, está dando a seu corpo todos os benefícios do descanso profundo, que são gradualmente liberados para efeitos acumulados de estresse crônico e para restaurar seu corpo ao estado natural de equilíbrio e saúde.

2. Meditação aumenta os neurotransmissores de bem-estar do corpo

O estado de repouso profundo produzido pela meditação aciona o cérebro a liberar neurotransmissores que melhoram os sentimentos de bem-estar, foco e paz interior. Aqui estão alguns dos principais neurotransmissores liberados durante a meditação e os benefícios que eles fornecem:

A dopamina desempenha um papel fundamental na capacidade do cérebro de experimentar prazer, sentir-se recompensado e manter o foco. A dopamina também regula o seu humor e sono.

 A serotonina tem um efeito calmante. Ela alivia a tensão e ajuda você a sentir-se menos estressado, mais relaxado e focado. Baixos níveis desse neurotransmissor têm sido associados a enxaquecas, ansiedade, transtorno bipolar, apatia, sentimentos de inutilidade, fadiga e insônia.

 GABA (Ácido Gama Aminobutírico) envia mensagens químicas através do cérebro e sistema nervoso. Um de seus muitos papéis é inibir a atividade das células nervosas, ajudando a controlar o medo e a ansiedade quando os neurônios ficam superativados. Quando o corpo é deficiente em GABA, os sintomas incluem nervosismo, pensamentos acelerados e insônia.

 As endorfinas são mais comumente conhecidas como substâncias químicas que criam a alegria. Esses neurotransmissores desempenham muitos papéis relacionados ao bem-estar, incluindo a diminuição da sensação de dor e a redução dos efeitos colaterais do estresse.

A meditação simula esses neurotransmissores, algo que nenhuma droga pode fazer – e tudo sem efeitos colaterais. E eu como farmacêutica, garanto que não existe medicamento sem efeito colateral. Então se beneficie do melhor medicamento disponível! 

3. Meditação promove relaxamento e sono reparador

Muitos de nós vivemos em um estado de privação crônica do sono, o que aumenta nossos níveis de estresse e irritabilidade. Estudos científicos comprovam que a meditação é uma terapia eficaz para a insônia e pode ajudá-lo a ter um sono reparador e vital para a saúde física e emocional.

Quando você medita, seu cérebro produz mais ondas cerebrais que promovem relaxamento profundo, incluindo ondas cerebrais alfa e teta, associadas ao relaxamento profundo. Após uma prática de meditação, você carrega esse sentimento de maior calma com você para suas atividades, permitindo que você fique mais centrado diante das inevitáveis ​​perturbações da vida. Então, quando é hora de dormir, em vez de pensar sobre o que aconteceu no início do dia, é mais provável que você adormeça – e fique dormindo.

4. Meditação melhora o foco e a atenção

Muitas pessoas sentem-se estressadas porque estão tentando fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo. Como os neurocientistas descobriram, o cérebro consciente não pode fazer multi-tarefas. Se estou falando com você e verificando meus e-mails ao mesmo tempo, não faço bem nem uma coisa e nem outra. A meditação ajuda você a treinar seu cérebro para manter o foco na tarefa em questão, em vez de deixar nossa atenção ser desviada por todos os pensamentos e distrações que passam. Essa atenção pontual torna você mais eficaz e menos estressado.

Por exemplo, um estudo de meditação e foco liderado pelo Dr. David Levy, da Universidade de Washington, descobriu que um grupo de gerentes de recursos humanos, que recebeu treinamento em meditação, conseguiu manter o foco por períodos mais longos, sem alternar entre as tarefas. Os pesquisadores também descobriram que a meditação melhorou a memória dos participantes do estudo e reduziu o estresse.

Em outro estudo randomizado e controlado, um grupo de estudantes universitários que praticavam meditação por apenas duas semanas, experimentou uma melhora significativa em sua capacidade de se concentrar em uma tarefa, sem se distrair. Além disso, os participantes do estudo melhoraram sua capacidade de memória e de trabalho.

5. Meditação libera turbulência emocional

Por meio da prática da meditação, você se torna consciente do seus pensamentos, o que permite você observá-los, identificar sentimentos e histórias com maior objetividade e distância, em vez de ser atraído pelo melodrama da reatividade emocional. Quando você começa a testemunhar sua atividade mental sem tentar resistir ou mudar, há um acalmamento espontâneo da comoção interna. Com o tempo, você começará a perceber que algum espaço foi criado em torno de estados emocionais difíceis. Você começará a ver que há mais em quem você é, do que seus rumores ou pensamentos, e também poderá observar que as sensações associadas ao estado negativo se dissolvem completamente.

É uma realização maravilhosa saber que você não precisa reprimir o que sente para sentir paz interior! De fato, reprimir emoções nunca leva ao bem-estar emocional, apenas contribui para o acúmulo de toxicidade emocional no corpo. Ao não resistir ou se fixar nas emoções, elas podem se mover através e fora do corpo. Uma prática regular de meditação permite que você gaste cada vez mais tempo no silêncio e na paz da pura consciência. À medida que essa sensação de espaço se expande em sua vida diária, torna-se fácil abandonar velhos padrões de pensamento e sentimento que criam estresse.

6. Meditação pode mudar os padrões de estresse do seu cérebro

A meditação é uma ferramenta poderosa para despertar novas conexões neurais e até transformar regiões do cérebro. Como os pesquisadores descobriram, a meditação pode mudar a estrutura do cérebro, diminuindo os padrões habituais de estresse e promovendo a calma.

Por exemplo, uma pesquisa conduzida pela Universidade de Harvard e pelo Hospital Geral de Massachusetts descobriu que, após apenas oito semanas de meditação, os participantes experimentaram um crescimento benéfico nas áreas cerebrais associadas à memória, aprendizado, empatia, autoconsciência e regulação do estresse (ínsula, hipocampo, córtex pré-frontal). Além disso, os meditadores relataram diminuição dos sentimentos de ansiedade e maiores sentimentos de calma.

7. A meditação conecta você ao seu verdadeiro eu

De uma perspectiva espiritual, o objetivo final da meditação é lhe despertar para o seu verdadeiro eu. Embora seja natural se identificar com seu corpo, mente, pensamentos, emoções, personalidade, posses, realizações, relacionamentos e preferências, esses atributos com prazo não são quem você realmente é. O seu verdadeiro eu é a pura consciência ilimitada que transcende o espaço e o tempo. A consciência pura também é conhecida como o campo de todas as possibilidades. Os atributos desse campo incluem felicidade, amor, atemporalidade, compaixão, criatividade, sabedoria, paz, silêncio e graça. Você já é puro amor, pura paz e pura consciência. Você é Pura Energia Positiva! Não se esqueça de quem você realmente é.

Quando você passa um tempo no silêncio interior da meditação, começa a ter uma experiência espontânea dos atributos do seu verdadeiro eu. Em vez de ficar preso na consciência restrita, o que limita suas possibilidades, você experimenta uma consciência expandida ou pura, que é o campo de todas as possibilidades. Este despertar para o seu verdadeiro eu é, geralmente, gradual. Pouco a pouco, você libera o estresse e limita os padrões de pensamento que obscurecem sua consciência de sua natureza essencial, que está sempre lá, brilhando intensamente.

Pronto para começar a meditar para reduzir o estresse, mas não sabe por onde começar? A Pura Energia Positiva orienta você na criação de uma prática simples e personalizada em nosso Clube Meditação Pura Energia Positiva, on-line. Quer saber mais? Clique aqui

Namastê 

Vanessa Scott

Sobre a autora: 

Vanessa Scott –  MPharm, é fundadora da Pura Energia Positiva. Brasileira, residente em Bermudas. Estudou farmácia na Escócia. Trabalhou como farmacêutica em Bermudas, onde descobriu seu dom de guiar e despertar a positividade nos outros com a meditação. Em Bermudas, Vanessa conheceu a Lei da Atração e começou a estudá-la e e  transformou sua própria vida. Agora, Vanessa dedica-se a ajudar pessoas a descobrirem sua força interior e mudarem suas vidas, expandindo a consciência através das meditações da Pura Energia Positiva.

Deixe uma resposta

avatar
  Se inscrever  
Notify of