Como fazer meditação

Como fazer meditação

dezembro 19, 2019

A princípio, meditação parece ser algo difícil. Com a vida urbana atual, ninguém possui tempo, ou paciência, para parar tudo o que está fazendo e dedicar alguns poucos minutos apenas para si. Estamos cheios de trabalho e responsabilidades, não há tempo para ser desperdiçado. Pensando nisso, vamos compartilhar com você algumas dicas de como fazer meditação.

Prática da meditação

Só quando as doenças causadas pela rotina frenética surgem, quando esquecemos da nossa essência e vivemos apenas no plano material é que entendemos que um tempo tirado para meditar nunca é um desperdício. Muito pelo contrário, meditar pode transformar sua vida.

Quando se medita, você está entrando de acordo com as energias que regem o universo. A prática da meditação no se dia a dia viabiliza a conexão com todo o sagrado que existe dentro de você e que também reflete o mundo exterior. Isto traz benefícios que vão desde o alívio de dores no corpo a um aumento da percepção do outro.

Mas como fazer meditação? Como resgatar essa ligação perdida e retornar às verdadeiras origens da criação?

Em primeiro lugar, não existe lugar certo. Você não precisa estar no alto de um monte, muito menos precisa se isolar do mundo para começar a meditar. Também erra quem pensa que são necessárias várias horas, tal qual muitos monges fazem.

O que você precisa para meditar

Para fazer meditação é preciso observar alguns passos simples e que farão toda a diferença nessa prática extremamente benéfica para corpo e mente. Abaixo listamos um passo a passo de meditação para iniciantes.

  • Qualquer lugar confortável, onde você tenha certeza de que não será interrompido por, no mínimo, três minutos. Com apenas alguns minutos por dia você perceberá ganhos em qualidade de vida
  • Colocar uma música calma se quiser ou acender um incenso, o que for melhor para você. Esses elementos potencializam a experiência da meditação.
  • Ajeite-se numa posição confortável, sentado ou deitado, e respire fundo. Com os olhos fechados, o objetivo é esquecer do ambiente em que está iniciar um processo de concentração profunda.
  • Recomendo a técnica de respiração de inspirar 4 segundos, segurar 4 segundos e expirar em 4 segundos. Preste atenção na respiração, sinta seu corpo, ouça seu coração e perceba como seu pulmão desce e sobe.
  • Esvaziar a mente, tentando deixá-la o mais leve possível. Durante a meditação não é preciso brigar com os pensamentos numa tentativa de ignorá-los. Deixe que eles venham, assista-os, agradeça e, assim, retorne à meditação.
  • Nesse momento algumas imagens podem aparecer em sua tela mental. Observe-as bem mas não ao ponto de pensar muito sobre o que vê. É muito comum receber mensagens, símbolos e inspirações divinas quando estamos em um profundo estado meditativo.
  • Se for uma das suas primeiras vezes, não se culpe por não conseguir ficar muito tempo meditando e nem fique ansioso. Lembre-se: distância é melhor do que velocidade.
  • Quando sentir que já foi o suficiente, comece a retomar a consciência do mundo ao seu redor. Mexa devagar os dedos dos pés, das mãos, respire fundo e sinta a energia retornando ao seu corpo. Abra os olhos devagar e observe o ambiente. Caso tenha visto algo, anote rapidamente e faça isso em todas as suas meditações.
  • Perceba que seu corpo vai estar muito mais leve, a mente limpa e seu emocional mais equilibrado.

Levante-se e volte à vida cotidiana normalmente. Não se esqueça de praticar todos os dias, só assim você irá evoluir e permanecer em estado meditativo por mais tempo.

 

Thaísa Hossmann

Sobre a autora:
Thaísa Hossmann é formada em Estudos de Mídia na Universidade Federal Fluminense e é escritora de ficção especulativa. Trabalha no ramo holístico e ocultista há 16 anos com leituras de Cartas, Runas, Astrologia, Numerologia, Reiki, Radiestesia, Bruxaria e Feitiçaria.

Deixe uma resposta

avatar
  Se inscrever  
Notify of