Meditação para autoconhecimento: descubra como a prática pode ajudar

Meditação para autoconhecimento: descubra como a prática pode ajudar

maio 15, 2020

Em um mundo onde o excesso é comum e as pessoas não param nem para respirar corretamente, é normal que o esgotamento físico e mental faça parte do dia a dia. O cansaço é tanto que, muitas vezes, não há ânimo para nada e muitos acabam por tomar certas atitudes que, normalmente, não fariam. Seria por negligência ou falta de autoconhecimento? Hoje nós vamos refletir sobre como a meditação pode ajudar no conhecimento de si e os benefícios da autognose.

 

A importância do autoconhecimento

O autoconhecimento é importante para qualquer pessoa. Já imaginou como é se sentir vazio? Sem saber o que gosta ou o que deseja para o futuro? Infelizmente, muitas pessoas se sentem assim e acabam por terem uma vida frustrada, sem perspectiva.

Tanto na vida pessoal (emocional) quanto na profissional é preciso ter autoconhecimento.

Realizar com prazer aquelas tarefas do dia a dia que exigem um pouco mais de você. Na prática de esportes, na ida ao mercado, na conversa entre amigos, você precisa se conhecer.

 

Introdução ao autoconhecimento

É verdadeiramente libertador compreender a origem de nossos comportamentos, e verificar quais das ações que temos são adequadas e quais são negativas para nós.

Possuímos diversos comportamentos automatizados sobre os quais não nos damos conta. São estratégias que desenvolvemos em diversas situações e que nos atrapalham em outras.

Um exemplo clássico é a procrastinação. Adiar uma situação que deixa você ansioso é uma estratégia para baixar sua ansiedade, porém nem sempre é positiva.

Conhecer essas estratégias e modificá-las é essencial para iniciar o processo de autoconhecimento.

 

Negação e mecanismos de defesa

Muitas pessoas preferem culpar a tudo e a todos pelas situações em sua vida. Parece que a responsabilidade sobre as coisas que acontecem com ela sempre é do outro e não de si mesma.

É óbvio que vivemos em um ambiente em alteração constante, mas achar que tudo é responsabilidade do outro nos tira a possibilidade de ser feliz com nossos próprios esforços.

Assumir a responsabilidade é tomar de volta um poder que terceirizamos: o de mudar a própria vida. Não culpe as pessoas pelo que acontece em sua vida. Mais sábio é verificar quais os comportamentos que precisam ser mudados para se obter resultados diferentes.

Todas as pessoas são imperfeitas e possuem suas peculiaridades. A não aceitação do lado imperfeito faz surgir o sofrimento e a negação de si mesmo. Aceite que você tem defeitos, pois assim se dará a chance de mudá-los.

Como resolver um problema se você nega a existência dele? É impossível melhorar as imperfeições se não as aceitamos.

É extremamente essencial saber sobre suas capacidades, gostos e qualidades, assim como suas dificuldades e tudo aquilo que te faz mal. É nesses pequenos detalhes que você encontra respostas para os mais diversos questionamentos internos. E um dos jeitos de se autoconhecer é por meio da meditação.

 

Autoconhecimento aliado a meditação

Meditação é uma ferramenta que pode ser aprendida e incluída nas atividades do dia a dia.

Ao meditar, você silencia sua mente. É esse espaço vazio criado dentro da sua cabeça que permite a observação de si.

Você passa a ter maior consciência do que está acontecendo no seu interior, consegue identificar como e quando as emoções se manifestam e quais são suas reações às mais diversas circunstâncias do mundo exterior.

Todos esses movimentos de atenção ao que acontece com seu eu interior levam à identificação de defeitos, inseguranças, qualidades e potenciais a serem explorados.

 

Meditação guiada pode ajudar

Em nossas meditações guiadas Pura Energia Positiva, Vanessa Scott reúne as técnicas de Meditação e da Lei da Atração, desenvolvendo para cada meditação conteúdos transformadores que, com a prática diária, permitirão que você desenvolva respostas interiores positivas e novas posturas comportamentais trazendo, como consequência, a realização dos seus sonhos ou daqueles simples desejos ou objetivos a realizar no seu dia a dia.

Aquilo que lhe atrapalhava, dará lugar a soluções inesperadas. Ou seja: a prática da meditação se traduz em uma jornada de reflexão e aprendizado. E o aprendizado mais importante é aquele que cria as condições para o autoconhecimento pleno, ciente dos seus desejos e livre de julgamentos.

A meditação é uma prática que exige treino e dedicação para ser aprendida. Com a meditação você aprende a se elevar para um estado mental de calma e concentração. Mas, afinal como aprender a meditar?

Fique tranquilo que estamos aqui para te passar orientações, pois acreditamos que você já quer logo meditar e começar a conhecer-se um pouco mais, então, leia o artigo 10 passos para te ajudar a meditar! 

Quem está em busca do autoconhecimento deve ser persistente, nada vem de um dia para o outro. Há quem diga que conhecer a si mesmo é uma longa jornada, e só com as situações do dia a dia é possível chegar no nível tão sonhado. Isso também vale para a prática de meditação.

 

Praticando a meditação para autoconhecimento

Buscar autoconhecimento por meio da meditação é uma jornada que demanda coragem, disciplina, bastante foco e um pouco de paciência.

Algumas pessoas começam a meditar, mas desistem muito cedo porque acreditam que a prática vai lhes trazer resultados imediatos, mas não é bem assim.

Meditar requer um pouco de perseverança, pois você vai criar um hábito que abre espaço para um ritmo de vida diferente, longe da profusão acelerada de pensamentos.

É importante persistir nessa jornada de busca por autoconhecimento. Aos poucos, você perceberá mudanças em suas atitudes, o que se traduzirá em maior segurança, confiança em lidar com os seus sentimentos e os sentimentos dos outros e coragem para empreender em novos caminhos.

A meditação nos permite relaxar e este é o primeiro passo antes de qualquer outro – relaxar e alcançar a tranquilidade.

Prestar atenção às pequenas coisas, ao mundo à sua volta. Conectar-se ao mundo e, ao mesmo tempo, se enxergar fora dele.

Todo esse trabalho gera uma tranquilidade mental automática que vai, aos poucos, clarear seu raciocínio e sua visão sobre todas as coisas. Aí entra o momento de introspecção e autoconhecimento: refletir sobre si mesmo, conhecer-se e aos poucos ver seu amor próprio florescer, dentro de você!

 

Algumas meditações para você

Procure um local calmo, livre de interrupções e use fone de ouvido.

Não se deixe incomodar por seus pensamentos e saiba que eles irão surgir sempre em nossa mente, não se aborreça com eles, apenas deixe-os passar e volte sua atenção para sua respiração, como você ouvirá a Vanessa Scott lhe dizer durante a meditação.

Relaxe a aproveite, esse momento é só seu!  E não se esqueça de meditar todos os dias.

 

Conte-nos como foi sua experiência, aqui nos comentários abaixo.

Namastê

Pura Energia Positiva

Deixe uma resposta

avatar
  Se inscrever  
Notify of