Meditação Mindfulness: conheça os benefícios dessa prática

Meditação Mindfulness: conheça os benefícios dessa prática

março 20, 2020

Mindfulness – ou Atenção Plena – é um estado onde treinamos qualidades de atenção ao momento presente e autocompaixão com experiências desafiadoras.

Você costuma esquecer o presente porque está sempre vivendo o passado ou pensando no futuro? A resposta para controlar essa rotina louca pode estar dentro de você. A prática conhecida como Mindfulness (traduzida como “atenção plena”) vem conquistando milhares de pessoas ao redor do mundo!

Ela alivia o estresse e ansiedade, melhora o sono e ajuda nos problemas de ganho de peso. Através de Mindfulness aprendemos a regular as emoções desafiadoras e criar espaço mental, mesmo em circunstâncias difíceis.

Benefícios da meditação mindfulness

Aumenta a capacidade de concentração

Já sabemos que um dos principais pilares do Mundfulness é treinar a mente para atingir a atenção plena. Um estudo de Walsh e Shapiro de 2006 comprovou que a técnica é muito eficaz para aumentar a nossa capacidade de concentração.

Não é à toa que a prática já vem sendo recomendada em tratamentos de transtornos de déficit de atenção.

Além disso, de acordo com um estudo publicado na revista Frontiers in Human Neuroscience, o Mindfulness ajuda o cérebro a ter um melhor controle sobre o processamento da dor crônica e das emoções.

Especificamente por meio do controle de ritmos alfa corticais (que desempenham um papel sobre a quais sentidos físicos as nossas mentes estarão atentas).

Reduz o estresse

Vários estudos já demonstraram que a prática do Mindfulness ajuda a diminuir a ansiedade, depressão e estresse.

Uma pesquisa publicada na revista Health Psychology, em 2013, resultado do Projeto Samantha da Universidade da Califórnia, concluiu que concentrar-se no presente pode ajudar a baixar os níveis de cortisol, o hormônio do estresse físico e emocional.

O estudo sugere que o treinamento da mente para se concentrar no momento presente pode reduzir a propensão a ruminar sobre o passado ou se preocupar com o futuro, processos de pensamento que têm sido associados à liberação de cortisol.

Melhora a função cognitiva

Pesquisadores da Universidade da Califórnia demonstraram que estudantes universitários que praticaram Mindfulness apresentaram melhor desempenho na seção de raciocínio verbal nos exames (GRE), além de melhorias em sua memória de trabalho.

Um outro estudo conduzido por Jha em 2010, documentou os benefícios em um grupo de militares após um programa de treinamento em Mindfulness de 8 semanas. Os resultados mostraram que o grupo praticante deste tipo de meditação melhorou sua memória de trabalho em comparação com o outro grupo que não participou do treinamento.

Acaba com a insônia

Um estudo da Universidade de Utah descobriu que a prática do Mindfulness não apenas ajuda a reduzir o estresse e a controlar a ansiedade, como também auxilia a dormir melhor.

Segundo o autor deste estudo, Holly Roy, as pessoas praticantes do Mindfulness têm mais controle sobre suas emoções e comportamentos durante o dia a dia. Consequentemente, elas mostram uma menor ativação cortical cerebral à noite, o que contribui para a qualidade do sono.

Protege o cérebro

Pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Harvard e do Hospital Geral de Massachusetts concluíram que a meditação aumenta o tamanho dos telômeros, retardando o envelhecimento das células e o desenvolvimento de determinadas patologias associadas à velhice.

Além disso, um outro estudo da Universidade de Oregon concluiu que o Mindfulness pode alterar a estrutura neural do cérebro e proteger contra a doença mental. A prática foi relacionada com o aumento no tecido de proteção (mielina) em torno dos axônios, na região cingulada anterior do cérebro.

Desenvolve a inteligência emocional

Não é segredo que a prática da meditação nos ajudar a desenvolver a autoconsciência e o autoconhecimento, o que resulta em nossa evolução interna. Entretanto, para dar base ao que já sabíamos, um estudo conduzido pela Universidade de Toronto, em 2007, demonstrou que as pessoas que praticam o Mindfulness desenvolvem mais controle emocional do que as pessoas que ainda não estão em contato com a técnica.

Melhora a criatividade

Você sabia que uma mente calma tem mais espaço para gerar novas ideias? Investigadores do Instituto do Cérebro e da Cognição da Universidade de Leiden, na Holanda, encontraram um aumento da criatividade nos praticantes habituais de Mindfulness.

Melhora as relações interpessoais

Um estudo de Wachs e Cordova, de 2007, sugere que a capacidade de uma pessoa em praticar o Mindfulness melhora a satisfação com suas relações, diminuindo o estresse nas mesmas e melhorando a habilidade de comunicar suas emoções a outras pessoas.

Segundo um outro estudo de Barnes, da Universidade de Rochester, esta técnica de meditação também ajuda a melhorar as relações interpessoais, pois protege o indivíduo contra as situações estressantes advindas de conflitos na relação.

Aumenta a imunidade

Um estudo conduzido na Universidade da Califórnia por David Cresswell, descobriu que o Mindfulness aumenta a imunidade, mesmo nos portadores de HIV. Outro grupo de cientistas, orientado por Richard Davidson, da Universidade de Wisconsin, observou o aumento do número de anticorpos em pessoas meditantes por oito semanas após vacinação contra gripe, em relação ao grupo de controle.

Outras pesquisas já demonstraram que quem medita regularmente é admitido com menor frequência em hospitais para doenças como o câncer, doenças cardiovasculares e doenças infecciosas.

Ajuda na perda de peso

De acordo com uma pesquisa realizada com psicólogos pela Consumer Reports e pela Associação Americana de Psicologia, o treinamento em Mindfulness foi considerado uma excelente estratégia para perda de peso por sete dos dez psicólogos envolvidos na pesquisa.

Já um estudo conduzido pela Universidade de Harvard concluiu que pessoas que focavam no alimento, ao invés de se distraírem com outras coisas na hora das refeições, perdiam mais peso que as outras. Além disso, a técnica de “Mindful Eating” ou “Comer Consciente”, inspirada nos princípios do Mindfulness, já vem sendo utilizada por psicólogos e nutricionistas, além de ser objeto de estudo de diversas pesquisas e tem mostrado ser bastante eficiente para diminuir a compulsão por comida e transtornos alimentares.

Depois de tantos benefícios, com certeza, você quer começar a praticar mindfulness já. Então vamos à prática!

Como preparar o ambiente para sua meditação e mais algumas dicas

1) Procure um ambiente tranquilo e calmo, livre de interrupções, desligue seu telefone, deixe a luz bem fraca ou apague as luzes. Você pode acender uma vela, usar óleos aromáticos ou cristais. Sente-se ou deite-se (o importante é você estar confortável, porém alerta).

2) Prepare-se mentalmente, que você irá meditar e especifique um tempo para isso. Use um alarme para você saber a hora de acabar.

Use o tempo que julgar necessário se você for iniciante, pode ser alguns minutos diários. Meditadores experientes meditam até 2 horas, tudo depende da sua experiência.

Pessoas com experiência ganham tantos benefícios que horas de meditação nunca é visto como tempo desperdiçado, mas sim a melhor maneira de ter um dia eficiente e produtivo.

3) Use a sua respiração como um guia, uma passagem para o seu subconsciente. Focando em sua respiração, você retira sua atenção dos seus pensamentos excessivos.  Seja paciente, todo amor e carinho nesse caminho, seja gentil consigo mesmo.

Pensamentos são como nuvens no céu…vem e vão! Seja apenas um expectador, ganhe consciência sem resistência e sem tentar resistir. Quando sua mente vagar, perceba e retorne sua atenção a sua respiração. Não se envolta no diálogo da sua mente, apenas retorne sua atenção sem tentar alterar o que é, apenas perceba e foque mais uma vez em sua respiração.

Boa prática, e não esqueça de comentar abaixo, suas experiências ou dificuldades, estamos aqui para lhe orientar, sempre!

Meditação Mindfulness Pura Energia Positiva

Vanessa Scott preparou meditações curtas onde, 3,5 ou 10 minutos já são suficientes para você começar. Aumente o tempo de prática gradativamente. Mesmo se 3 minutos for tempo demais para você, não se preocupe.

Não há nenhum problema em trabalhar com 1 ou 2 minutos enquanto estiver aprendendo e se familiarizando com a meditação. Ao meditar, é inevitável que a mente comece a vagar. Trate-se com carinho quando isso ocorrer e traga gentilmente a atenção de volta para a sua respiração.

Meditação – 3 minutos de Atenção Plena

Meditação – 5 Minutos de Atenção Plena

Meditação – 10 Minutos de Atenção Plena

Esta meditação já é mais longa (quase 20 minutos), mas ela te levará para o seu agora – atenção plena – onde se encontra o mundo das infinitas possibilidades

Deixe uma resposta

avatar
  Se inscrever  
Notify of